quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

INGRATIDÃO DE FILHO

AMPAREI TUAS LÁGRIMAS, PEGUEI-TE NO COLO....
QUANTAS VEZES EU TE SOCORRI POR TE AMAR...
MAS VOCE, FILHO INGRATO NÃO ENXERGA NADA SENÃO TEU PRÓPRIO UMBIGO.

NA DOR, SABE ENCONTRAR AMPARO EM MEUS BRAÇOS.
AGORA SABE GRITAR, RESPONDER, E CONTINUAR UM CAMINHO EM DIREÇÃO A IRRESPONSABILIDADE.
NÃO BASTOU UM CASAMENTO ERRADO, NÃO BASTOU TANTAS COISAS QUE CARINHORASAMENTE TENTEI TE EVITAR.
MAS VOCE GOSTA DAS AMIZADES VULGARES , QUE NAO TE ELEVAM, QUE SORRiEM E ESCARNECEM DE TUA DESGRAÇA.

COMO RASGA DE DOR MEU CORAÇÃO.
VOCE AGORA DIZ QUE VAI EMBORA.

E QUE QUERO TANTO O SEU BEM   EVITANDO QUE TENHA MAIS DORES, DISSABORES, RECEBO EM TROCA A RAIVA, A MÁGOA, A INGRATIDÃO.

A PARTIR DE HOJE JA NÃO SEI QUEM MAIS TU ÉS. O COMPROTAMENTO  QUE VEJO, NÃO É AQUELE QUE DOCEMENTE ACALENTEI POR TODOS ESTES ANOS....

LÁGRIMAS DE SANGUE SAEM DE MEU CORAÇÃO. É DOR, É AMARGURA, É TRISTEZA, É DECEPÇÃO.


SÃO OS MESES CORRENDO, DESVENDANDO UM FUTURO INCERTO. MEU DEUS, COMO SE CALAR DIANTE DE ATOS INCONSEQUENTES. O QUE ACONTECE POR VEZES EM NOSSAS VIDAS? TANTO AMOR E NO FINAL, TANTAS DECEPÇÕES.

(Senhora B. 10/02/2010- 22:13hs)

Um comentário:

belicas disse...

ADOREI ME FEZ BEM OBRIGADA PELAS SUAS LINDAS PALAVRAS